Notícias | Visualizar

TCE-MS oferece pós-graduação à servidores

14/12/2017 00:00   Capacitação   Educação   Tania Sother   Fabio Pinheiro




A oportunidade vem por meio de um Termo de Convênio assinado na tarde desta quinta-feira, 14 de dezembro, entre o Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul e a Escola de Direito do Ministério Público. Afinalidade é divulgar e promover o ensino jurídico no Estado, facilitando o acesso de agentes públicos aos níveis pós-graduados de estudo nas áreas de “Direito Público” e de “Processo Civil”.

 “Hoje, dia 14 de dezembro, estamos avançando mais um passo nesse importante trabalho preventivo e pedagógico desenvolvido por nossa gestão compartilhada, porque esse convênio vai facilitar o ingresso dos nossos servidores aos cursos de pós-graduação na área do direito, e ainda promover o contato direto e próximo dos alunos com renomados e destacados profissionais das diversas carreiras jurídicas”, afirmou o presidente da Corte de Contas, conselheiro Waldir Neves.

O convênio foi celebrado pela Corte de Contas, por meio da  Escola Superior de Controle Externo (Escoex), dirigida pelo vice-presidente Conselheiro Ronaldo Chadid. “O TCE-MS vem investindo muito em capacitação. Nós queremos a participação maciça de nossos servidores. Queremos, através da Escoex, capacitá-los para que o desempenho de todos seja ainda melhor. E conseguimos estender esse benefício para os dependentes dos nossos servidores.”

O presidente da Associação dos Membros do Ministério Público, Lindomar Tiago, destacou a qualificação do corpo docente. “Esse convênio mostra a preocupação da atual gestão do TCE-MS com o quadro funcional da Instituição. Teremos professores altamente titulados que muito somarão para o conhecimento dos servidores”.

Os cursos de pós-graduação em Direito Processual Civil e Direito Civil terão duração de 18 meses com carga de 400 horas e aulas quinzenais.  A parceria entre o TCE-MS e a Escola de Direito do Ministério Público se estende também  a futuros seminários e compartilhamento de espaços, como o da biblioteca da Corte de Contas.

Para o diretor executivo da Escola de Direito do MP, Promotor Fábio Ianni Goldfinger, esse convênio demonstra a harmonia existente entre as Instituições. “Essa boa convivência tende a fortalecer ambas Instituições em benefício da sociedade”.

Também estiveram presentes a solenidade o corregedor geral, conselheiro Iran Coelho das Neves; o ouvidor, conselheiro Osmar Jeronymo; os conselheiros Marcio Monteiro e Flávio Kayatt, a Procuradora Geral Adjunta do MP, Nilza Gomes da Silva, que representou o Procurador Paulo Passos;  e o conselheiro substituto Célio Lima.

Para se inscrever nos cursos de pós-graduação, clique aqui.