Notícias

Página Inicial Notícia Lista Notícia

Dia do Auditor de Controle Externo no TCE-MS tem palestra sobre desafios da profissão

28/04/2017 Tania Sother Roberto Araujo


O palestrante foi o auditor estadual de controle externo, Ismar Viana, que também é diretor jurídico da ANTC – Associação Nacional de Auditores de Controle Externo dos Tribunais de Contas do Brasil. Com o tema “Controle Externo : novos caminhos e desafios”, o palestrante começou falando sobre a necessidade de uma cooperação inter institucional , com atuação coordenada em rede. “Os nossos desafios, diante de uma sociedade altamente questionadora, são imensos”. 

O dia nacional do auditor de controle externo é celebrado em 27 de abril. A data foi escolhida pela classe e remete ao ano 1893, quando Serzedello Corrêa, então Ministro da Fazenda do governo do Presidente Floriano Peixoto, enfrentou a investida do Poder Executivo contra a atuação do Tribunal de Contas da União em defesa da moralidade na administração.

O Auditor de Controle Externo é o servidor público que desenvolve atividades de fiscalização e análise e instrução de processos de controle externo. Ele realiza auditorias e instrução dos processos para o julgamento das contas dos gestores públicos, fiscalizando pontos onde haja maior risco de irregularidades, o que demanda do funcionário contratado um elevado grau de conhecimento sobre o objeto fiscalizado.

 

Os profissionais são selecionados em concursos públicos rigorosos e muito disputados, que exigem formação multidisciplinar e domínio de disciplinas jurídicas, contábeis, econômicas e de administração pública, entre outras.

 

 

A presidente da Associação dos auditores de controle externo do TCE-MS, Telma Yule, também presente a palestra, lembrou da criação da Associação. “Foi uma grande vitória! Estamos comemorando um ano de criação. Agora queremos fortalecer a nossa carreira. O cidadão quer a prestação de contas do uso do dinheiro público de maneira correta e esse é o nosso papel.”

 

Ainda durante a palestra para os auditores de controle externo do Tribunal, o auditor Ismar Viana destacou a atuação do TCE-MS que vem trabalhando de forma preventiva e pedagógica em Mato Grosso do Sul. “O Tribunal não tem só a vertente repressiva. Diante de um cenário de escassez de recursos públicos, se faz necessário preservar esses recursos. Não adiante combater pós fato e buscar  reparação por dano, porque ai pode ser tarde e não ter mais como o recurso retornar ao cofre público.”