Notícias

Página Inicial Notícia Lista Notícia

Saúde é foco das novas auditorias concomitantes do TCE-MS

31/07/2017 Olga Mongenot Roberto Araújo
A exemplo do trabalho feito na área da educação, a primeira reunião convocada pela diretora-geral da Escola Superior de Controle Externo (ESCOEX) do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul, conselheira Marisa Serrano, teve o propósito de traçar as diretrizes e metas a serem alcançadas, dessa vez na área da saúde. As novas auditorias concomitantes serão realizadas nos 13 municípios que compõem a jurisdição da conselheira: Caarapó, Juti, Douradina, Maracaju, Dourados, Nova Alvorada do Sul, Fátima do Sul, Rio Brilhante, Glória de Dourados, Sidrolândia, Itaporã, Vicentina e Jateí.
 
De acordo com o chefe da 6ª Inspetoria de Controle Externo do TCE-MS que esteve presente à reunião, Carlos Alberto Corrêa de Souza, o objetivo é melhorar o atendimento à população na área da saúde por esses municípios que serão auditados. “Estamos fazendo essa primeira reunião com a conselheira para traçar uma matriz de planejamento que irá pontuar quais municípios apresentarão os piores indicadores. Tudo será feito, levando-se em conta dados oficiais que serão coletados, visando um melhor atendimento para a população, diminuindo a fila de espera no atendimento básico, como consultas, exames e ainda a falta de medicamentos nos postos de saúde”, acrescentou.
 
 
 
A auditora de controle externo da 6ª ICE, Mariana Callado Lopes, explicou que o trabalho de coleta de informações será feito também “in loco” nos municípios: “Iremos verificar como está sendo prestado esse serviço de saúde para a população, focando na atenção básica da saúde, aqueles atendimentos que não necessitam de um cuidado maior e que podem ser resolvidos na própria unidade, iremos ver também com relação à contratação de profissionais e como estão as condições da estrutura desses postos de saúde também”.
 
 
Atendendo ao convite da conselheira Marisa Serrano  e presente também na reunião, o professor do curso de Farmácia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul-UFMS, Teófilo Fernando Mazon Cardoso, demonstrou satisfação em relação à parceria firmada junto ao Tribunal de Contas, em dar todo o suporte teórico e científico para que sejam realizadas as avaliações da efetividade dos gastos dos municípios na área da saúde. “Vamos ajudar na formulação das ferramentas para que a equipe de auditores vá até esses municípios munidos dos indicadores para assim realizarem toda a pesquisa de campo. Dispomos de uma boa equipe de professores e técnicos que estarão à disposição do TCE-MS para dar esse suporte teórico”.
 
Participaram também da reunião o coordenador-geral da ESCOEX, Ben-Hur Ferreira, o chefe de gabinete do TCE-MS, Fábio Monteiro, do Núcleo de Pesquisa da ESCOEX, a servidora Fernanda Olegário dos Santos Ferreira e ainda o servidor Georges Elias Ayache.