Notícias

Página Inicial Notícia Lista Notícia

Planejamento de auditorias concomitantes na área da saúde avança no TCE-MS

15/09/2017 Olga Mongenot Roberto Araújo
Dando continuidade à fase de planejamento das auditorias concomitantes a ser realizada na área da saúde, a diretora-geral da Escola Superior de Controle Externo, conselheira Marisa Serrano, juntamente com o diretor geral do TCE-MS, Eduardo dos Santos Dionizio, reuniu na quinta-feira (14), representantes da Controladoria Geral da União (CGU) e da Controladoria Geral de Mato Grosso do Sul (CGE), com o propósito de traçar as diretrizes e metas a serem alcançadas para a realização das auditorias. Participaram também da reunião, auditores de controle externo que fazem parte da 6ª Inspetoria do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul.
 
As auditorias serão realizadas nos 13 municípios da jurisdição da conselheira: Caarapó, Juti, Douradina, Maracaju, Dourados, Nova Alvorada do Sul, Fátima do Sul, Rio Brilhante, Glória de Dourados, Sidrolândia, Itaporã, Vicentina e Jateí.
 
 
De acordo com o chefe de gabinete do TCE-MS Fábio Monteiro, o momento é de captação de informações: “Os técnicos da 6ª ICE do Tribunal de Contas montaram uma matriz de planejamento e, nessa fase, estamos ouvindo e trocando experiências agora com técnicos da CGU e da CGE porque os mesmos já realizaram um trabalho semelhante na saúde. Está sendo um momento de troca de informações para que possamos melhorar o nosso planejamento, para daí, então, sairmos a campo”. Ele ainda acrescentou: “A previsão da conselheira Marisa Serrano é que já na segunda quinzena do mês de outubro a equipe de inspetoria do TCE-MS possa ir ‘in loco’ dar início a essas auditorias concomitantes nos municípios”.
 
 
Para o Auditor Federal da CGU, André Luiz Monteiro da Rocha, a parceria de trabalho firmada com o TCE-MS é importante para o Estado: “Essa atuação conjunta dos órgãos públicos trocando informações é benéfica, visto que fizemos aqui um trabalho de avaliação da matriz de planejamento, apresentada pelos técnicos do Tribunal de Contas, e trouxemos todo nosso conhecimento nessa área para continuarmos auxiliando a Corte em outras fases desse planejamento”.
 
 
Representando a Controladoria Geral do MS, o auditor geral Roney Abadio Cândido Dias, destacou na reunião que, em razão da CGE já ter iniciado uma auditoria na área da saúde, poderá contribuir com as auditorias a serem realizadas pelo Tribunal de Contas: “Daremos um apoio aos especialistas do TCE-MS com os dados que já possuímos da saúde do Estado”.
 
Atendendo um pedido do presidente do TCE-MS, conselheiro Waldir Neves, o diretor geral do TCE-MS, Eduardo dos Santos Dionizio, participou da reunião como um interlocutor e destacou a relevância do trabalho conjunto entre os Órgãos: “Esse trabalho é importante para que haja uma discussão conjunta dentro desse planejamento que está sendo feito. Discutir a viabilidade da aplicação do plano concreto, visto que a abrangência é muito ampla no setor da saúde”.
 

Presentes também a reunião, o auditor federal da CGU, Gutemberg Assunção Vieira; o chefe da 6ª Inspetoria de Controle Externo do TCE-MS, Carlos Alberto Corrêa de Souza e  a auditora de controle externo da 6ª ICE, Mariana Callado Lopes.