Notícias

Página Inicial Notícia Lista Notícia

TCE inaugura Memorial Histórico nos 40 anos de MS

26/10/2017 Tania Sother Roberto Araújo

A história do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul está reunida agora em um Memorial na sede da Corte de Contas e em um acervo on-line no site da Instituição. A inauguração foi nesta quarta-feira, dia 25 de outubro, com a presença de todos os conselheiros, ex-presidentes do TCE-MS, José Anselmo dos Santos e Osmar Dutra, familiares e funcionários.

O presidente, conselheiro Waldir Neves, abriu a cerimônia de inauguração lembrando a importância de resgatar e preservar a história institucional do Tribunal de Contas do Estado. “Inaugurar esse Memorial é reconhecer a contribuição que todos os conselheiros e servidores deram para chegarmos até aqui hoje. Além de nos preocuparmos com o aprimoramento, com a evolução, modernização, não podemos esquecer por que estamos aqui, quando e onde começamos.”

Desde a criação, em 24 de março de 1980, data da primeira sessão do Tribunal, os membros da Corte contribuíram para a construção da história do TCE-MS.  Para o ex-presidente Osmar Dutra, que esteve a frente do Tribunal nos anos de 1999 e 2000, esse resgate é de extrema importância. “Hoje quem desejar conhecer uma parte dessa história, vai encontrar isso aqui no Tribunal,  desde a nossa fase quando teve o início da informatização até os avanços atuais, que conquistaram  reconhecimento nacional”.

O Memorial histórico físico e online objetiva resgatar a memória do TCE-MS homenageando os 40 anos do Estado. A iniciativa só foi possível pela contribuição e testemunhos de familiares daqueles que fizeram e fazem parte da história desse Tribunal de Contas. O Memorial on-line, acessado no site do TCE-MS (www.tce.ms.gov.br) vai disponibilizar um acervo fotográfico, a história da Instituição desde a sua instalação e a biografia de todos os conselheiros que fazem ou fizeram parte da Corte de Contas.

No Memorial fixo, instalado no prédio do TCE-MS, será mantida uma exposição permanente de utensílios, condecorações, beca e peças de valor histórico. A ideia partiu da coordenadora da biblioteca da Escola Superior de Controle Externo (Escoex) , Cecília Luna, que  afirmou que o Memorial  “ é um espaço de memória, um depositário cultural que preserva o registro biográfico dos conselheiros, fotos e objetos. É o passado ajudando-nos a entender o presente para que possamos planejar ações no futuro”.

Familiares de conselheiros já falecidos ficaram bastante emocionados. “É um momento de muita emoção para nós. Meu pai faleceu em fevereiro deste ano e ainda estamos muito abalados . E ver uma homenagem deste tamanho para ele nos deixa muito feliz”, afirmou Mônica Regis Wanderley, filha do conselheiro e, também ex-presidente, Augusto Maurício da Cunha Menezes Wanderley. O desembargador aposentado Abdala Jallad, viúvo de Celina Martins Jallad, primeira mulher a assumir o cargo de conselheira do TCE-MS, destacou o trabalho dela na Corte de Contas. “Foi uma breve passagem por aqui mas que, com certeza, deixou muitas marcas. Ela era uma pessoa de um enorme carisma e uma razão de muito orgulho para nós familiares”.

 

A diretora da Escola Superior de Controle Externo do TCE-MS (Escoex), conselheira Marisa Serrano, ressaltou que o importante é que todos saibam que essa história foi construída por muitas mãos. “Muita gente deu uma vida de trabalho, conhecimentos para que chegássemos até aqui. Hoje vendo as famílias dos conselheiros que estão aqui, a gente sente como isso é importante. Isso é uma aula de cidadania que o TCE está dando. É uma forma de garantir ao Mato Grosso do Sul, nos seus 40 anos, que nós também estamos nessa história.”