Notícias

Página Inicial Notícia Lista Notícia

TCE-MS capacita novos auditores de controle externo

23/01/2018 Silvia Constantino Fábio Pinheiro

Dando continuidade ao ciclo de capacitação dos quarenta e nove novos Auditores Estaduais de Controle Externo. O Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul, por meio da Escola Superior de Controle Externo (ESCOEX), apresentou aos auditores as principais ferramentas que foram implementadas pela Corte de Contas e que trouxeram mais agilidade e eficiência na fiscalização do dinheiro público.

A Auditora de Controle Externo, Flávia Pierin Freitas e a Chefe da Divisão SIPCE, Jaqueline Martins Côrrea, apresentaram o Portal do Jurisdicionado e o Sistema e-Contas, que será a principal ferramenta de trabalho de cada auditor, pois é através desse sistema que os jurisdicionados enviam suas prestações de contas de forma online em dados estruturados, XML.
 



Para a auditora essa é oportunidade dos novos servidores se familiarizarem com o sistema que fará parte da rotina de trabalho, “é de extrema importância que os auditores tenham esse primeiro contado com o sistema para que eles possam ter mais segurança quando iniciarem o trabalho de analise das documentações enviadas pelos gestores públicos”, afirmou a auditora.

 

A finalidade do RREO e RGF recepcionado pelo sistema e- Contas, também foi um dos temas proferidos durante a semana de capacitação no qual dispõe de pontos de controle para o fim de atestar o desempenho da gestão pública municipal e estadual e aferir o cumprimento das metas e demais exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

Os auditores também tiveram a oportunidade de conhecer por meio da palestra do técnico da TI, Douglas Buchara, o sistema e-TCE, que é a ferramenta de trâmite processual, bem como as funcionalidades do sistema, como mesa de trabalho entre outras formalidades.

 


O curso de formação dos novos auditores encerrou à tarde de palestras apresentando o funcionamento e a estrutura do Ministério Público de Contas (MPC), que é a instituição permanente, essencial à atividade de controle externo da Administração Pública, com atuação com o Tribunal de Contas do Estado.

 

Para o assessor de procurador Ricardo Curvo, o Ministério Público de Contas contribui para o controle externo, sendo um órgão indispensável na atuação da fiscalização em consonância com o Tribunal de Contas. “Todos os processos que passam pelo TCE-MS, naturalmente passam pelo o MPC para receber o parecer dos procuradores que lá atuam, ou seja, trabalhamos juntos com todos os concursados colaborando com eles nesse exercício do controle externo”, finalizou.