Presidente - Conselheiro Waldir Neves Barbosa

Presidente - Conselheiro Waldir Neves Barbosa

Biografia
 
O Conselheiro Waldir Neves Barbosa, nasceu na cidade de Miranda, Mato Grosso do Sul. Possui duas graduações superiores: bacharel em Direito e História.

Começou a trabalhar engraxando sapatos na Rodoviária de Campo Grande. Depois foi vendedor de sorvetes, frutas e salgados. Seu primeiro emprego com carteira assinada foi de “pacoteiro” (empacotador) nas Casas Pernambucanas, onde permaneceu por seis anos. Depois, foi office-boy em uma concessionária e logo a seguir se engajou na política estudantil em Campo Grande. Em 1982 foi presidente do Grêmio Estudantil do Colégio Mace; no ano seguinte ocupou o mesmo cargo no Grêmio Estudantil “Edson Luis”, do Colégio Latino Americano. No início dos anos 80 foi ainda voluntário do extinto Projeto Rondon, atuando na educação ambiental e na recuperação de jovens drogados.

Posteriormente, foi diretor da União Campograndense de Estudantes (UCE). Nessa época, participou como um dos fundadores da União Sul-Matogrossense de Estudantes Secundaristas (USMES) e da Juventude do PMDB (JPMDB), da qual foi também presidente. Militante ativo, foi um dos principais coordenadores do Movimento Estudantil em Mato Grosso do Sul da histórica campanha “Diretas Já”. Pouco depois se filiou ao PDT, membro da Juventude Socialista do partido. Desde cedo Waldir Neves demonstrou uma inquietante preocupação social, sendo organizador e coordenador do I Congresso Estadual de Favelados em MS.

Em 1986, aos 22 anos, disputou sua primeira eleição para deputado estadual, sendo o mais votado entre os 27 candidatos do PDT – não assumiu o cargo porque o partido não alcançou o coeficiente eleitoral mínimo. No mesmo ano acabou voltando à sua antiga escola, o Colégio Latino Americano, desta vez como professor de História por dois anos consecutivos. Voltou a concorrer nas eleições seguintes, em 1988, e foi eleito vereador em Miranda. Foi presidente da Câmara dos Deputados antes de retornar à disputa estadual.

Em 1991 elegeu-se então deputado estadual pela primeira vez, com votação recorde. Já no primeiro mandato foi vice-líder do Governo na Assembléia Legislativa, passando a Líder do PSDB na legislatura seguinte, seu segundo mandato. Com a eleição de Zeca do PT para o Governo estadual, foi líder do Bloco Parlamentar de Oposição e em seguida vice-líder do Bloco Parlamentar de Integração.
 
Em 2006, após quatro mandatos como deputado estadual, foi eleito deputado federal com quase 80 mil votos. Já no primeiro ano como parlamentar na Cãmara dos Deputados, foi eleito vice-presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural – setor em que sempre atuou com afinco. Também é vice-presidente na Comissão Especial de Serviços Notariais (cartórios); suplente na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; suplente na Comissão da CPMF; e suplente na Comissão Parlamentar de Inquérito do Sistema Carcerário.

Entretanto, sua maior vitória no Congresso Nacional foi se tornar o primeiro deputado federal de Mato Grosso do Sul a conseguir a aprovação de uma CPI de sua autoria, com mais de 170 deputados apoiando a proposta. Trata-se da Comissão Parlamentar de Inquérito da Subnutrição de Crianças Indígenas, que investigará as causas, consequências e os responsáveis pela morte por subnutrição de crianças indígenas entre 2005 e 2007. Considera esta CPI especialmente importante para a população do estado, onde apenas este ano já morreram oito indiozinhos por problemas decorrentes da subnutrição.
 
ATIVIDADES NO TCE/MS
Empossado Conselheiro em 15 de julho de 2009
Exerceu o cargo de Ouvidor no biênio 2013/2014
Presidente do TCE/MS para biênio 2015/2016
Presidente do TCE/MS para biênio 2017/2018 


Aniversário: 31/01/1963